Endoscopia Pediátrica

O que é Endoscopia Digestiva Alta Pediátrica?

É um exame indicado para avaliar a parte superior do tubo digestivo (esôfago, estômago e porção inicial do duodeno), permitindo diagnosticar e/ou tratar doenças aí localizadas. É realizada em todas as faixas etárias, desde recém-nascidos até adolescentes, e o tamanho do aparelho endoscópico a ser usado será escolhido de acordo com a idade da criança. O médico endoscopista deverá ter conhecimento em Endoscopia Pediátrica e estar habituado a realizar exames em crianças.

Quando o exame está indicado?

As indicações da endoscopia digestiva alta em crianças diferem um pouco em relação a adultos, sendo exemplos: dor abdominal crônica, vômitos persistentes, ingestão acidental de corpos estranhos ou produtos cáusticos, tratamento de malformações do tubo digestivo, entre outras.

Como é realizado?

O exame é realizado introduzindo através da boca um aparelho flexível com iluminação central que permite visualizar o interior do tubo digestivo e transmitir as imagens para um monitor. Em pediatria a endoscopia digestiva alta é realizada sempre com auxílio do anestesiologista, que ficará responsável pela anestesia da criança durante todo o exame. Desde modo, o endoscopista realiza o exame de modo seguro e confortável para a criança.

Quais são os cuidados que devo tomar para realizar o exame?

É importante que o endoscopista converse com o responsável pela criança antes de fazer o exame a fim de conhecer a saúde da criança (alergias, doenças pré-existentes, uso atual de medicamentos, etc), saber a indicação do exame e fornecer esclarecimentos sobre o exame. É necessário o preenchimento pelo responsável legal do Termo de Consentimento Informado, que orienta sobre o procedimento a ser realizado, estando o médico disponível para responder todas as perguntas e sanar todas as dúvidas dos responsáveis pela criança.

O tempo de jejum na endoscopia pediátrica varia de acordo com a idade da criança e será devidamente esclarecido pelo médico antes da realização do exame.

O que acontecerá durante o exame?

O exame é, em geral, seguro e confortável para a criança e ela não sentirá desconforto durante o mesmo. A medicação sedativa que é infundida na veia pode causar sensação rápida de ardência no local. É permitido que o responsável pela criança permaneça na sala de exame até o início da sedação, o que reduz a ansiedade tanto da criança quanto dos pais/responsáveis.

Se necessário, pequenas amostras de tecido (biópsias) podem ser coletadas durante o exame para análise microscópica detalhada. Não se preocupe – não dói.

Os exames de urgência (retirada de corpos estranhos, hemorragia) e os procedimentos terapêuticos podem ter um risco maior de complicações.

A duração média do exame é de 20 minutos, podendo necessitar de mais tempo caso precise fazer algum procedimento específico.

Quais os riscos do exame?

A endoscopia digestiva alta em pediatria é um exame seguro, mas, como todo ato médico, não é isenta de riscos. Complicações sérias são muito raras e, quando acontecem, elas estão relacionadas à sedação ou a procedimentos endoscópicos mais difíceis, como retirada de corpo estranho (moeda, bateria), dilatação de estreitamentos do esôfago, tratamento de varizes do esôfago e colocação de sonda para alimentação (gastrostomia endoscópica). Podem ocorrer queda da oxigenação, alteração da frequência cardíaca, sangramento, perfuração, entre outras. Para evitar as complicações, a criança é constantemente monitorada durante o exame e as equipes médica e de enfermagem estão habilitadas para o tratamento imediato de qualquer um desses eventos adversos.

O que devo fazer após o procedimento?

A criança permanecerá na sala de recuperação até que esteja bem acordada e sem queixas, quando poderá ir para casa. Após o exame, a criança poderá voltar à sua dieta normal, a menos que o médico tenha fornecido alguma orientação especial.

Fique atento às orientações específicas, como obtenção do resultado das biópsias (se houver), cuidados adicionais referentes a algum tratamento endoscópico que foi realizado e entrega do laudo para levar para seu pediatra.

NOTA IMPORTANTE: Estas informações pretendem apenas fornecer indicações gerais, não substituindo o aconselhamento médico definitivo. É essencial que discuta com o seu médico acerca da indicação e condições para o exame.